• airtoncarlini

HOME OFFICE: BOM , RUIM OU SEI LÁ

Você com certeza já parou para pensar nisso. Num primeiro momento deve respondido que era bom. Num outro momento por algum motivo qualquer achou que era ruim e hoje não tem a menor ideia.

Calma. Você não esta sozinho nessa.

Muito se fala sobre os benefícios e os malefícios do home office. Defensores de cada lado se degladiam sobre o assunto aliás, um parênteses, como qualquer assunto hoje em dia que se torna uma polêmica chata e interminável. Vamos voltar ao assunto.

Estou entre os sei lá, quer dizer, mais ou menos mas não quero influenciar a opinião de cada um de vocês.

O home office como tudo na vida tem dois lados e reitero, como tudo tem pontos positivos e negativos e nós não precisamos defender ferrenhamente um ou outro lado. Precisamos encontrar um ponto que seja bom para todos ou quase.

O home office veio para ficar. Sem dúvida. A pergunta é como será o modelo do Home office a ser adotado?

Converso com muitas pessoas e todos dizem que o home office deu muito certo e vai ser aplicado de forma "definitiva" pois a a produtividade aumentou e todos estão felizes. Calma lá. Acho muito prematuro esta decisão, que já vejo, esta sendo tomada por varias empresas.

O Mundo passou e ainda passa por um momento muito delicado e onde, não era possível optar. Era fazer home office e tentar manter os negócios vivos ou rua e morte aos negócios. Nestas horas o instinto de sobrevivência fala mais alto e claro que "todos" de solidarizaram e aceitaram a nova condição. Era pegar ou largar. Com um mundo maluco eu não tenho a menor dúvida que a esmagadora maioria iria tentar se adaptar e produzir o máximo que pudesse.

Acontece que este momento vai passar e com ele novos questionamentos irão passar pela cabeça dos empregadores e empregados.

As pessoas aceitaram o home office pois não tinham alternativas. Muitos adoraram. Muitos não. Afirmar que a produtividade aumentou é algo que ainda não pode ser efetivamente medido. Praticamente nenhum negócio manteve a a estabilidade neste momento. Alguns cresceram muito, outros naufragaram. O mercado mudou radicalmente em poucos dias. Quase ninguém pode afirmar peremptoriamente, nem que a produtividade aumentou e nem que diminuiu num mercado completamente maluco e diferente.

Será que os que estão gostando do home office hoje continuarão gostando amanhã? Não se sabe. Não se pode afirmar . O ser humano se comporta de uma forma frente a um momento de intensa gravidade e de outro num momento mais ameno. Quem garante que as opiniões não serão diferentes pós-pandemia?

Será que os happy hours virtuais tão festejados não se tornarão monótonos, cansativos, invasivos e chatos?

E a reuniões virtuais nos "zoom da vida", tão produtivas e fáceis de serem realizadas não se tornarão um tormento? Muito já se comenta sobre o estresse que estas reuniões tem causado nas pessoas.

E o horário de trabalho que atualmente tem se confundido cada vez mais com o horário de descanso, como ficará? O que no início foi bacana pois dava para "curtir" a família tem se tornado uma reclamação constante pois as pessoas não sabem mais dividir o seu tempo entre família e trabalho.

E que mora sozinho, até quando vai achar bacana ficar só sem que uma verdadeira interação humana aconteça?

De tudo o que mais me chama à atenção sob o ponto de vista das empresas, é o momento do café onde o "chefe ou parceiro encontrava alguém que rapidamente lhe contava uma ideia que acabara de ter e como era muito boa algo era feito para que fosse implementada. As ideias ocasionais deixarão de existir?

Encontrar pessoas, olhar, sentir algo diferente é muito criativo e altera a nossa percepção sobre uma série de coisas e fatos. Ficar em frente a um computador o dia todo é a mesma coisa?

Outro ponto. E a sua casa? Você havia se preparado para trabalhar nela o dia todo, todo dia com outras pessoas convivendo com você a todo momento? Será que você quer levar trabalho para casa ou será que quer levar a casa até o trabalho?

Caros leitores. Eu não sei as respostas. Tenho opiniões sobre o assunto mas respostas não.

A intenção com este artigo é apenas refletirmos sobre o tema. Percebo claramente um monte de gente afirmando que será assim ou será assado e postando de profundo conhecedor sobre o assunto como se tivesse um enorme conhecimento sobre o tema.

Esqueçam as respostas certas. Elas não existem neste momento.

O importante é entender claramente o que está havendo. Conversar com todos. Receber opiniões sinceras da equipe. Ficar atento aos sinais positivos e negativos. Compreender as angústias e saber lidar com elas. Tomar atitudes e realizar testes. Avaliar o que esta funcionando e o que não esta. Responder a todas as perguntas dos seus colaboradores de forma honesta e sincera afirmando quando não tem certeza sobre algo. Acalme as pessoas. Converse com elas. Dê atenção a todos. Entenda o quanto algo esta impactando não apenas o resultado financeiro mas a relação com seus clientes.

Passamos de uma Era de Mudanças para uma Mudança de Era. É normal ter dúvidas.

Acredite. Neste momento o melhor a fazer é tomar atitudes e principalmente medir tudo o que possa ser medido. Analise dados rapidamente e esteja atento para tomar decisões rápidas de um lado ou de outro.

Quer saber se o home office vai ser para sempre? Eu acho que vai. Como? Nem eu, nem você e nem ninguém tem esta resposta exata. Fique atento e crie a resposta que for a melhor para você e todo o seu time. É isto que esperam de um líder neste momento. Seja um e o futuro irá lhe responder de modo positivo..

3 visualizações
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube

Leading.Zone

Você, liderando o que interessa

Rua Barão do Triunfo, 88 - Conjunto 707
Brooklin - 04602-007 - São Paulo, SP
CNPJ 36.615.831/0001-15

Direitos dos Clientes 

Clique aqui para ver as políticas de entrega, cancelamento, troca, devolução e reembolso

Tel: +55 11 99491-4111

©2020 por Leading.Zone