• airtoncarlini

Será que eu sou Inovador?

Atualizado: Set 29


Já lhe fizeram esta pergunta? Qual foi a sua resposta? Provavelmente disse que não pois não se considera muito criativo ou disse que sim exatamente porque se acha muito criativo. Uma pessoa mais criativa certamente é uma pessoa inovadora, porém alguém menos criativo não é um não inovador. Todos nós podemos ser altamente criativos e inovadores. Acredite. Você é uma pessoa inovadora. Todos somos. Cada um a seu estilo. Cada um tem um estilo próprio. Um perfil inovador único. A literatura mostra que existem 4 estilos principais que combinados geram ampla possibilidade de estilos e formas de abordar a inovação. Não existe um estilo principal e mais importante. Existe uma combinação de estilos com predominância de um ou outro, entretanto todos são igualmente importantes. Mas quais são estes estilos?

VISIONÁRIO. Este inovador enxerga longe, acredita e visualiza um futuro ideal. Pensa grande e com visão de longo prazo. Como seremos daqui há 20 ou 30 anos. Inspira as pessoas a sonharem.

EXPLORADOR. Este inovador é um questionador. Ele sempre busca uma outra forma de se ver as situações. Ele questiona as formas pré-estabelecidas e procura outra de buscar o novo, para ver o que é possível se fazer com ele.

EXPERIMENTADOR. Este adora combinar elementos e fatores de forma única. Testa ideias e conceitos até chegar a um ponto que julga importante. Não se cansa até atingir o que considera o ideal. Assume riscos e vai até o fim em busca do tal ponto perfeito. Quando acredita que tenha atingido, começa a experimentar outras ideias e conceitos visando uma melhoria contínua.

MODIFICADOR. Constrói sobre o que já foi realizado. Está sempre tentando melhorar algo. Busca encontrar uma solução para um problema existente e tenta corrigi-lo. Busca aperfeiçoar o que já conhece. Estes são, digamos assim, os quatro perfis “puros” de profissionais inovadores.

É evidente que eles podem e devem se combinar entre si gerando uma série de outros perfis onde as características se somam e se completam na busca pela inovação. Reitero o que disse. Somos todos inovadores. Precisamos é acreditar em nosso potencial e investir nele. Esquecer a ideia de que só aqueles que enxergamos como sendo os criativos é que são inovadores. Isto não é verdade. E nem seria bom que fosse. Provavelmente alguém “muito criativo” pode sempre estar pensando em algo absolutamente novo e se esquece de fazer acontecer, tornar realidade o que acabou de criar. Mais uma vez a sabedoria está no equilíbrio. Se você é um líder, tenha em mente que formar equipes com os quatro estilos pode ser uma ótima alternativa para construir algo novo, com visão de futuro, inspirador, que questione o que já exista, que busque alternativas diferentes, que teste e modifique o proposto até se atingir o resultado esperado. Para inovar, todos precisamos de todos. Formar um time. Se possível uma seleção. Os estilos algumas vezes se completam, em outras se contrapõem. Esta somatória é muito rica e importante para se inovar. Este é o caminho. Agora pense comigo e responda: Qual é ou foi o estilo de inovação de Thomas Edison, Bernardinho, Neymar e Steve Jobs? Acredito que muitos concordam que eles são ou foram reconhecidos como pessoas inovadoras em suas áreas de atuação. Será que eles tinham o mesmo estilo inovador? Eu acho que não. E você o que acha? Para terminar tenha em mente. Você é e pode ser muito mais inovador do que imagina. E aí, qual é o seu estilo de inovador? Sucesso meus caros inovadores. AIRTON CARLINI

0 visualização
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter
  • Instagram
  • YouTube

Leading.Zone

Você, liderando o que interessa

Rua Barão do Triunfo, 88 - Conjunto 707
Brooklin - 04602-007 - São Paulo, SP
CNPJ 36.615.831/0001-15

Direitos dos Clientes 

Clique aqui para ver as políticas de entrega, cancelamento, troca, devolução e reembolso

Tel: +55 11 99491-4111

©2020 por Leading.Zone